0
0
0
0
0
0
0
ou copiar o link

Hoje em dia, os sites e revistas especializadas oferecem uma infinidade de produtos voltados a quem pratica esporte. Fora os equipamentos específicos (raquetes, redes próprias etc), as vestimentas e, sobretudo, os tênis ocupam lugar de destaque. A variedade e as tecnologias empregadas são tantas que geralmente deixam o consumidor com dúvidas sobre qual o artigo mais adequado para o tipo de modalidade que pratica.

Realmente a área de desenvolvimento de produtos alcançou um grau de precisão impressionante. Hoje em dia, já há tênis específicos para quem pratica atletismo, vôlei, futebol, basquete, ciclismo e outros. Porém, mais do que o tipo de esporte ao qual se dedica, o atleta deve estar muito atento ao seu tipo de pisada.

Isso porque, para quem não sabe, assim como há mais de uma modalidade esportiva, há também mais de uma forma como os pés tocam o chão enquanto andamos, corremos, dançamos ou praticamos esporte. Para o esportista – profissional ou não – é essencial conhecer o seu tipo de pisada. Com isso, é possível evitar uma série de incômodos. As pisadas incorretas podem acarretar dor e até mesmo problemas sérios nos tornozelos e nas articulações dos joelhos. Basicamente, há 3 tipos de pisadas, a conferir: a neutra (normal), supinada (pisada para fora) ou pronada (para dentro).

A pisada neutra começa quando a parte externa do calcanhar toca o solo e em seguida ocorre uma rotação moderada para dentro até que a pisada termina no centro da planta do pé. Os calçados para esse tipo de pisada devem ser os com propriedades para propiciar amortecimento e estabilidade.

Já na pisada pronada, ao contrário do que se pensa, a primeira parte a tocar o solo não é a parte interna do pé, mas sim a parte externa do calcanhar, assim como na pisada normal. Porém, o movimento que ocorre é de rolamento para dentro até a elevação do dedão. A intensidade com a qual esse movimento acontece pode variar de moderada a acentuada. A pronação ocorre em decorrência de hipermobilidade (frouxidão dos ligamentos). Por conta disso, os calçados para pés pronados (ou valgos) devem ser menos flexíveis e visar mais estabilidade e controle do movimento.

Fim do movimento do pe direito

Por outro lado, a pisada supinada também começa do lado externo do calcanhar, porém se mantém o contato do pé com o solo pelo lado externo até o dedinho tocar o chão. Em decorrência disso, os pés supinados são, geralmente, mais rígidos que o normal. Os calçados recomendados para quem tem pés supinados (ou varos) são os que mais amortecem e propiciam flexibilidade.

Pisada pronada, neutra e supinada

Para conhecer o tipo de pisada e poder escolher o tênis adaptado às suas necessidades, o mais adequado é efetuar um teste acompanhado por profissionais especializados. Por meio de um sistema de baropodometria computadorizada é possível estabelecer um diagnóstico mais preciso. Esse sistema tem como objetivo analisar as pressões e forças desenvolvidas na região plantar dos pés, simultaneamente, por meio de palmilhas extremamente finas e flexíveis colocadas dentro do calçado. A partir daí, são estabelecidos os tratamentos mais adequados para os pés e eventuais problemas de desordem postural. Também é efetuado um trabalho para minimizar o impacto de marchas e corridas. Existem algumas lojas especializadas em tênis que efetuam o exame da pisada gratuitamente.

 Tipos de Pisadas - TênisDe qualquer forma, é relevante que as pessoas tenham consciência dos benefícios da prática esportiva e que o mais importante é a pessoa desenvolver uma atividade física prazerosa e que lhe proporcione bem estar. Dessa forma, antes de iniciar qualquer tipo de modalidade esportiva, vale consultar um especialista em medicina esportiva ou médico do esporte que fará uma avaliação correta das condições físicas e como o esporte pode ser praticado sem ocasionar lesões por movimentos inadequados.

Avaliação correta das condições físicas